Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
8





                                              

                            

 

 

 


Escolas Literárias
Escolas Literárias

 

ESCOLAS LITERÁRIAS

ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS LITERÁRIOS OU ESCOLAS DE ÉPOCA

 

A literatura, como conjunto de obras de valor não documental, reflete e revela, de modo não explícito, os valores, costumes e realizações de um determinado período histórico, à medida que os homens que escreveram essas obras viveram esses determinados períodos.  Em outras palavras, o escritor é um observador de seu tempo, e o seu texto é o testemunho dessa observação.  Como a História, a Literatura (intimamente ligada à primeira) sofreu (e sofre) mudanças:  de valores, de opiniões, de fatos.  E esses diferentes estágios determinam diferentes características.

Isso é o que, em Literatura, chamamos de Escolas Literárias:  um período (dentro da história) com determinadas características próprias, do ponto de vista estético (formal) e do ponto de vista do conteúdo (pensamentos e ideias), e que  transmitem as ideias ou pensamentos mais importantes de um determinado período histórico.

 

CARACTERIZAÇÃO GERAL DAS ESCOLAS

ANTIGUIDADE CLÁSSICA (GRÉCIA/ROMA)

DO SÉCULO V a.C. AO SÉCULO V d.C.

A CULTURA

A civilização grega, por sua concepção de mundo, sua organização social e sua contribuição artística, constituí um dos grandes marcos da história universal.  Esta extraordinária civilização se desenvolveu entre os séculos VIII e II a.C.  Estava organizada em cidades estado que possuíam seus próprios governos e suas próprias leis.  A Grécia desenvolveu uma cultura centrada no homem, na razão, na beleza e na justiça, e marcada pela mitologia e por um profundo sentimento religioso.  Os gregos criaram excepcionais obras de arquitetura, marcadas pelo uso de colunas, características da cultura grega.  Os gregos sobressaem também na escultura com suas figuras humanas, cujo modelo ideal de beleza é respeitado até os dias atuais.

A arte romana assimilou os modelos etruscos, orientais e gregos, dos quais recolheu a linguagem abstrata e racional, adequadas às suas  necessidades cotidianas e históricas.  É uma arte sóbria, mais preocupada com os aspectos práticos e técnicos do que com a beleza e a estética.  Sua arquitetura inovou e aperfeiçoou as técnicas construtivas realizando grandes obras públicas, como pontes e aquedutos.  Na escultura introduziram uma linha mais popular e realista.  Pinturas e mosaicos ocuparam um lugar privilegiado nos austeros edifícios romanos.

A LITERATURA

A Literatura Clássica engloba toda a criação greco-romana entre o século V a.C. e o século V d.C.

O assombro e a curiosidade com que os gregos contemplavam a natureza está na base das primeiras manifestações literárias gregas, nas quais preocupava-se explicar o mundo por meio de mitos e lendas, cujos protagonistas são ninfas, heróis e deuses.  O esplendor da literatura grega é representado por dois grandes poemas épicos, a Ilíada e a Odisséia, atribuídos a Homero.  A tragédia, outro gênero consagrado na literatura grega, escrito exclusivamente em verso, teve três grandes autores: Ésquilo, Sófocles e Eurípedes.  A prosa na época estava restrita à história e à filosofia.   Como historiador, destaca-se Heródoto (484-425 a.C.), que narrou as guerras entre os gregos e os persas e deixou uma grande quantidade de informações sobre os costumes daquela sociedade.  Nessa cultura surgiram os três maiores filósofos do mundo antigo:  Platão, Aristóteles e o mestre de ambos, Sócrates.

O desenvolvimento da literatura latina começou no século III a.C., época em que entrou em contato com a cultura grega, recebendo sua influência.  Os latinos imitaram a literatura grega e aperfeiçoaram-na.   Os escritores de maior destaque são:  Plauto, na comédia; Virgílio, na poesia (Bucólicas e Eneida) e Cícero, escritor e orador que chegou às mais altas magistraturas políticas, na prosa.

CARACTERÍSTICAS

- Homem voltado para a terra e para a vida.

- Harmonia cultural.

- Antropocentrismo.

- Racionalismo.

- Apego aos bens do mundo.

- Paganismo.

- Preocupação com a beleza física do corpo.

- O nu artístico.

- Liberdade de criação.

- Duas línguas:  grega e latina.

- Linhas horizontais.

- Mitologia como fonte de assuntos.

 

 

Pesquisa e Postagem/Nell Morato