Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




ONLINE
8





                                              

                            

 

 

 


Mulher 2000
Mulher 2000

Mulher 2000

Ana Júlia, como um ser que pertence à classe das mulheres do século XXI, membro do Conselho Feminino das Mulheres 2000, em que se enquadra no grupo das mulheres totalmente libertas das amarras e das dores do passado, viu-se, certo dia, na seguinte situação:

Estava ela a terminar o seu banho delicioso de 5 minutos (banho dos dias modernos – sustentabilidade!) quando o telefone tocou:

- Oi, Ana, vamos sair para jantar hoje à noite para comemorarmos o nosso dia?

- Que dia?

- Como que dia?! Dia Internacional das Mulheres.

- Ah... tá.

- Nossa, que desânimo! Vá se arrumar que eu te pego em 30 minutos.

- Ok (30 minutos dá tempo). – Quem irá?!

- A turma de sempre, inclusive o Anselmo.

- O Anselmo? Mas não é para comemorarmos o dia das mulheres?

- Sim, mas ele e os outros rapazes fazem parte da nossa turma. Vamos zoar com eles!!! Te pego em 30 minutos, hein?! – dizendo isto, desligou o telefone.

Trinta minutos?! Não vai dar tempo! Mas a amiga tinha que convidar a turma do ‘bolinha’? Principalmente o gato do Anselmo? E agora? Trinta minutos não iria dar tempo. Afinal, como uma mulher 2000 ela teria que estar de acordo com as regras do século XXI. O que significa:

  • Voltar para o banho e colocar a depilação em dia (dor);
  • Aplicar o condicionador (aquele de ‘marca’ que deixa os cabelos aveludados);
  • Aplicar o pós-shampoo para deixar os cabelos iguais aos da modelo da propaganda da TV;
  • Passar o óleo de amêndoas para deixar o corpo como um pêssego;
  • Esfregar bem o corpo com aquela esponja ‘natural’ para tirar o bendito óleo que não quer sair (ai que dor);
  • Após o banho, passar aquele hidratante poderoso;
  • Escovar 50 vezes o cabelo para ficar macio (mais dor);
  • Fazer uma chapinha ‘poderosa’ (que calor);
  • Colocar aquele vestido caro que havia comprado há dois meses (que causou dor ao bolso);
  • Fazer uma ginástica para entrar no bendito vestido (um pouco mais de dor);
  • Procurar outro vestido, pois engordou;
  • Xingar ‘todo mundo’, porque está uma ‘baleia’;
  • Colocar o vestido preto que ‘emagrece’ (e a faz sentir-se uma sereia);
  • Procurar acessórios que valorizam o vestido preto sem graça;
  • Fazer um lanche para não chegar ao restaurante “esfomeada”;
  • Não beber refrigerante, pois causa celulite;
  • Não beber o suco de caixinha, pois contém muito sódio,
  • Beber água mesmo;
  • Escovar os dentes e passar o fio dental;
  • Após o fio dental aplicar o antisséptico bucal (vá que pinte aquele beijo);
  • Aplicar aquele perfume que custou “os olhos da cara” e que ela guarda somente para as ocasiões especiais;
  • Verificar a carteira e ver se tem dinheiro e/ou cartões (mulher 2000 divide a conta – QUEM FOI QUE INVENTOU ISTO?);
  • Olhar-se no espelho, novamente;
  • Trocar de vestido, pois lembrou-se que já havia usado este vestido no Happy Hour da semana passada e mulher 2000 não repete o vestido;
  • Colocar o vestido cinza, pois também é discreto;
  • Mudar todos os acessórios (brinco, colar, pulseira, anéis – fazer força pra tirar aquele anel do dedo – sabia que tinha engordado – mais dor);
  • Olhar-se no espelho novamente;
  • Surgem as pequenas dúvidas: Será que estou bonita? Será que vou agradar? Será que nenhuma amiga irá com um vestido igual ao meu? Será que não exagerei com os acessórios? Será que estou parecendo uma árvore de Natal? E o perfume? Não está exagerado? Ou coloquei pouco? Dá um sorriso – bem aberto – em frente ao espelho só pra conferir se não borrou o batom ou tem algum “galhinho” do alface que comeu no sanduíche. Ok. Perfeita. Ou não? Será que não seria melhor vestir calças? De repente iria ‘parecer’ mais magra! Estava a ponto de ir trocar, novamente, de roupa quando...

 

O telefone toca. Já havia passado os 30 minutos?

Sim. Olha-se no espelho. Legal. Poderia estar melhor. Decide que voltará a frequentar a academia na próxima semana. Aí, ela poderá usar aquele primeiro vestido que havia escolhido.

Atende o celular, pensando: vou trocar a lingerie, ainda dá tempo, vá que pinte algo mais com o Anselmo?

- Amiga!

- Ok, ok, já estou quase pronta (lembra-se do conjunto preto sexy que havia comprado no final do veraneio).

- Não!

- Não o quê?! – será que aquele conjunto sexy não era tão sexy quanto ela pensava?

- Eu me enganei. O dia 08 de março é na sexta-feira que vem! Desculpa. Semana que vem a gente se encontra, tá. Bjs.

Bem, depois de tudo que havia passado naqueles últimos 30 minutos e lembrar-se que tudo iria repetir na próxima semana... Ai que dor. Ossos do ofício. Pensou: mulher moderna é isto: é estar livre das amarras do passado, viver sem cobranças, sem o comando dos homens, trabalhar fora, dividir despesas, ser livre de culpas e das dores. Esta é a mulher 2000.

Até o nosso próximo Intervalo.